24/04/2015

maio-amareloMovimento, que teve início do ano passado, foca a redução de acidentes de trânsito.

O lançamento nacional e internacional do Movimento Maio Amarelo será feito hoje, dia dia 24 de abril, às 19h, no Expo Dom Pedro, em Campinas, durante o Intergastro & Trauma 2015, um dos maiores eventos médicos do Brasil. O objetivo é aumentar a divulgação do Movimento Maio Amarelo junto à área de saúde, já que o evento concentrará dezenas de médicos do Brasil e do Exterior, sendo que uma boa parte deles atua na área de Trauma e, portanto, trabalha diretamente com vítimas de acidentes de trânsito.

O lançamento é uma das primeiras ações da parceria entre a SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado), parceira do Intergastro & Trauma, e o ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária). O objetivo é fortalecer ainda mais o planejamento, a divulgação e a execução de ações que aumentem a segurança no trânsito. Através desta parceria, as campanhas já desenvolvidas pelo Observatório para a prevenção de acidentes devem ganhar força também na área médica. O Intergastro & Trauma é promovido pela SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas), PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e Hospital Mário Gatti.

“Há muito tempo, a SBAIT se preocupa com a prevenção do Trauma. Quando vimos o Maio Amarelo no ano passado, já começamos a apoiar o Movimento, divulgando em nossos canais de comunicação. Pesquisamos muito sobre ele e acabamos conhecendo também o trabalho do Observatório. Entramos em contato e a parceria surgiu de uma maneira natural, já que nós, da SBAIT, e o Observatório temos uma preocupação comum: reduzir os números dessa epidemia que é o trânsito no mundo, em especial, no Brasil”, explica o presidente da SBAIT, Gustavo Pereira Fraga.

O Movimento Maio Amarelo começou em 2014, quando, através de uma ação coordenada entre Poder Público, sociedade civil e iniciativa privada, foram desenvolvidos vários tipos de ações que chamaram a atenção da sociedade para o alto índice de morte e feridos no trânsito em todo o mundo. “Em seu primeiro ano, o Movimento alcançou números surpreendentes. Para 2015, com a ajuda de toda a sociedade, esperamos multiplicar esses números e levar conscientização a milhões de pessoas. Queremos que toda a adesão ao Maio Amarelo realmente reflita em um comportamento seguro no trânsito e, consequentemente, na redução de acidentes”, diz Natália Gradim, representante do Maio Amarelo no Observatório.

Apesar de ter o apoio do ONSV, o Movimento Maio Amarelo é feito, exclusivamente, da iniciativa de pessoas, empresas, entidades de classe, associações, federações, sociedade civil organizada e órgãos de governo que tenham comprometimento com o bem-estar social, a educação e a segurança no trânsito.

Para Natália, a parceria entre as duas entidades fortalece a execução de ações que contribuam para a qualidade e segurança viária. “Com a excelência do trabalho realizado pela SBAIT, acreditamos que a mensagem do Movimento consiga chegar ainda mais longe e a uma velocidade maior a toda a população”, comenta.

No ano passado, além do Brasil, o Maio Amarelo atingiu outros sete países. Em 2015, para ampliar ainda mais o Movimento, estão sendo desenvolvidos materiais de apoio e divulgação em inglês e espanhol. Também foram feitos logos em diversos idiomas, que serão divulgados amplamente, com a ajuda de parceiros como a SBAIT. O Maio Amarelo também ganhou um novo site, com versão em três línguas.

Símbolo

O laço usado como símbolo do Maio Amarelo já é um velho conhecido. Utilizado também em outros movimentos, como o Outubro Rosa, de combate ao câncer de mama, e o Novembro Azul, que combate o câncer de próstata, ele estimula atividades voltadas à conscientização e ao debate sobre os assuntos a que se refere. A cor amarela foi escolhida por ser a cor de advertência no trânsito. Mas por que o laço, que, até então, era usado para chamar atenção de doenças, foi escolhido para o trânsito? Porque os acidentes de trânsito são considerados uma epidemia. O trauma é uma doença e, portanto, na maioria dos casos, pode ser evitado. É isso o que o Movimento quer passar.

O ONSV é uma organização não governamental, sem fins lucrativos e reconhecida pelo Ministério da Justiça como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). Ele foi criado por profissionais de diversas áreas, preocupados com os altos índices de acidentes de trânsito do País.

Participação

O Maio Amarelo não é uma campanha ou programa. Como o próprio nome diz, por se tratar de um movimento, qualquer pessoa, entidade ou empresa pode usar o laço amarelo para mostrar que adota posturas responsáveis no trânsito. Para facilitar a participação, o Maio Amarelo criou um manual com várias orientações que vão desde a organização de uma caminhada até a forma de se fazer o lacinho do movimento. Neste material, também há orientações jurídicas para o uso da marca.

No site do Maio Amarelo (www.maioamarelo.com.br), também é possível fazer downloads de artes para camisetas, garrafinhas, carros e até assinaturas de e-mails. As campanhas criadas para estimular a prevenção também estão disponíveis.

Sobre o Intergastro & Trauma

O Intergastro & Trauma é um programa multidisciplinar de atualização que apresenta e discute, de forma prática e objetiva, os problemas e as soluções que envolvem o tratamento de patologias do aparelho digestivo e traumas. Como seu principal foco são os profissionais do interior, todos os temas discutidos trabalham a realidade no interior do Estado. O evento ocorre na sexta-feira, dia 24, e no sábado.  Durante os dois dias, serão realizados cursos teóricos e práticos, mini-simpósios e reuniões. Paralelo ao Intergastro & Trauma, acontecerá a II RIAATCE (Reunião Íbero-Afro-Americana de Trauma e Cirurgia de Emergência), que teve início em Portugal, no ano de 2013. Entre os 18 convidados internacionais, está o médico Antonio Marttos, brasileiro, mas que atua em Miami. Marttos é responsável pelo tratamento da atleta Laís de Souza, que ficou tetraplégica em 2014, após sofrer um acidente durante os treinos para as Olimpíadas de Inverno.

Serviço

Intergastro & Trauma
Data: 24 e 25 de abril
Horário: das 8h às 18h
Local: Expo Dom Pedro, na Avenida Guilherme Campos, 500 – Bloco 2, Jardim Santa Genebra – Campinas/SP
Lançamento do Maio Amarelo: dia 24 de abril, às 19h, no mesmo local.

post feito por: